A esponja Konjak

Um must-have para a sua pele.




O mundo da cosmética e dos cuidados de beleza é um mercado em constante atualização. Todos os dias surgem novos produtos que podem realmente mudar a sua rotina de beleza. A Esponja de Konjak, adequada a todo o tipo de peles, é mais um hot trend do momento. Eu já exprimentei e vou contar-lhe tudo!

Esta esponja é 100% obtida a partir da raiz da planta Konjak, originária da Ásia. A sua textura única torna-a ideal para a limpeza do rosto, eliminando a sujidade, a oleosidade e os pontos pretos com eficácia, deixando a pele limpa e sedosa. Por outro lado, as suas fibras permitem a formação de uma quantidade de espuma suficiente para uma boa limpeza com a utilização de menos produto. E ainda, seca rapidamente após cada utilização, ficando rija, o que impede a acumulação de bactérias indesejadas. Antes de iniciar a limpeza do rosto com a esponja Konjak deve passá-la por água quente o que irá provocar o amolecimento das suas fibras, tornando-a flexível e macia para a utilização. Posteriormente coloque umas gotas do seu produto de limpeza de rosto preferido sobre a esponja e massaje delicadamente o seu rosto com movimentos circulares, inclusive no contorno dos olhos, no pescoço e na linha do decote. Repita este processo durante uns minutos para garantir que a pele fica limpa, livre de impurezas e oleosidade. No final de cada utilização só a tem de lavar bem, escorrer o excesso de água e deixar a secar ao ar livre. Esta esponja pode ser utilizada de 1 a 3 meses, dependendo das marcas.

E desengane-se quem acredita que a utilidade desta esponja passa apenas pela limpeza do rosto, ela é igualmente aconselhada no banho de bebés e recém-nascidos e cuidado de tatuagens recentes, limpando as impurezas sem danificar a pele. Eu fiquei rendida a esta esponja mas seja qual for o seu método de limpeza facial não descuide uma boa limpeza do rosto. Esta é essencial para retirar a maquilhagem e todas as impurezas acumuladas após uma noite de sono ou um longo dia de trabalho.

Joana Almeida. 17 de Setembro de 2017.